Pesquisar

 

links

Posts recentes

Primeiro olhar ao próximo...

ESTREIA HOJE SEXTO FILME ...

Reportagem fala da vida d...

Novo filme de Harry Potte...

Brevemente novas informaç...

Trailer Internacional - H...

Novo Trailer de Harry Pot...

Harry Potter e o Principe...

Lançado o site do Harry P...

Os "Contos de Beedle, o B...

Harry Potter nu no sétimo...

Daniel Radcliffe sofre de...

Arquivos

blogs SAPO
RSS
blogs SAPO
Sexta-feira, 7 de Março de 2008

Analisando o Fenómeno

 

 

A saga do feiticeiro que faz mover multidões, é um fenómeno digno de ser analisado, pois o que mais faz crianças ficar à chuva e ao frio para, por uma questão de horas, serem os primeiros a ter... um livro?

 

Independentemente das suas falhas, não se pode dizer que seja uma má saga... Afinal, um fenómeno desta dimensão tem de possuir qualidades.

Comecemos pelas falhas... O problema fulcral da saga, é essencialmente a sua "dimensão" em termos de desenvolvimento de um universo que é novo para o leitor. Quando se escreve para os mais novos, não se pode esperar que se consiga explorar um novo mundo como outros escritores do meio o fizeram, e independentemente de existirem muitos adultos a lerem Harry Potter, este foi escrito a pensar nos mais novos.

O ponto forte da obra, acaba por ser também o ponto fraco. O grande motivo para explicar o fascínio que esta exerce em pequenos e adultos, é precisamente a inteligência de J. K. Rowling e a forma como esta percebe a maneira de pensar de um adolescente, explorando as suas emoções e conflitos, à medida que cresce.

 

Vêmos o mundo através da personagem principal, e para onde quer que esta vá, nós acompanhamo-la, o que faz o leitor entrar directamente na pele de Harry.

Os adolescentes sentem que este rapaz os entende, pois atravessa as mesma dificuldades que estes. O próprio mundo é destinado a criar tal fascínio, já que Hogwarts, apesar de conter elementos de uma qualquer escola (o que intensifica a identificação com a personagem), tem características que a tornam a escola de sonho.

 

Se por um lado daqui deriva o sucesso da saga, deriva também o seu ponto fraco, que é, a falta de exploração do mundo mágico para além da escola. Ao optar por fazer com que o leitor se sinta na pele de Harry, torna-se difícil explorar o mundo "além escola", problema que poderia ter sido resolvido na última aventura com o abandono temporário dos estudos, mas que infelizmente, não foi.

Fica a sensação de conhecer pouco mais deste universo de bruxas e feiticeiros, do que uma dúzia de lugares... Entrar na pele de Harry é o que deu sucesso à saga, mas também o que tornou difícil explorar melhor os personagens secundários e visitar ambientes exteriores à escola.

 

No fundo, Harry Potter é uma saga que nos mergulha nas esperiências de uma criança que se torna adolescente, e que tem o seu contacto com a vida adulta, numa última aventura, um pouco mais negra... Não sendo a melhor série de livros de fantasia existente, é uma boa forma de os interessados se "desligarem" por momentos dos problemas da vida real, e se forem adultos, viverem novamente os conflitos de um adolescente, e se divertirem com as amizades, dúvidas, paixões e aventuras que outrora tiveram de aprender a ultrapassar.

 

Por: RJ/KritiCinema

 

 

 

Publicado por RJ às 21:30

link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Cornelius Fudge a 10 de Março de 2008 às 20:34
Nas férias da Páscoa o blog será actualizado. Devido a vida académica, tem sido impossível actualizar o blog. Em nome do blog, peço desculpa a todos os visitantes.

Brevemente actualizaremos!

Saudações cordiais,
Cornelius Fudge

Comentar post

Créditos

O HPNews detém de todo o domínio do design e respectivos conteúdos aqui presentes.
© Todos os direitos reservados | A marca Harry Potter é da exclusividade da Warner Bros., J. K. Rowling e respectivas editoras.
Qualquer conteúdo aqui presente que seja copiado sem a devida autorização do Webmaster será imediatamente comunicado às autoridades competentes.

Harry Potter News | 2005-2007