Pesquisar

 

links

Posts recentes

Primeiro olhar ao próximo...

ESTREIA HOJE SEXTO FILME ...

Reportagem fala da vida d...

Novo filme de Harry Potte...

Brevemente novas informaç...

Trailer Internacional - H...

Novo Trailer de Harry Pot...

Harry Potter e o Principe...

Lançado o site do Harry P...

Os "Contos de Beedle, o B...

Harry Potter nu no sétimo...

Daniel Radcliffe sofre de...

Arquivos

Parcerias

Potterish Top Sites

Profeta 
Diário

Harry Potter Portugal

HP Imagens

Potter News

Contador

Utilizadores Online
Visitas

   
blogs SAPO
RSS
blogs SAPO

PT Bloggers a directoria de blogs Portugueses

Domingo, 25 de Novembro de 2007

Lançamento do último Harry Potter sem magia e enchentes

«Sem fantasias e enchentes, dezenas de crianças e jovens acorreram quinta-feira à noite, em Lisboa, ao lançamento da versão portuguesa do último livro da saga do aprendiz de feiticeiro Harry Potter, que começou a ser vendido ao bater da meia-noite.

Ainda o relógio marcava as 23:30 e Vanessa Domingues não continha a ansiedade, na loja FNAC do Centro Comercial Colombo, para comprar "Harry Potter e os Talismãs da Morte", da escritora britânica J.K Rowling.

A jovem, de 25 anos, gosta das aventuras do jovem mágico desde que passaram para a tela do cinema.

"Os livros prendem-nos imenso, têm fantasia, magia", sustenta.

No entanto, quando chegou à FNAC teve uma surpresa: não havia as habituais filas de gente a aguardar a contagem decrescente para a venda da obra nem fãs mascarados como os seus heróis.

"Achei muito vazio", confessou, referindo que, no lançamento do sexto e penúltimo volume, "havia filas até à porta e o 'suspense' era maior".

Até aos minutos que faltavam para a meia-noite, os fãs matavam o tempo no bar da loja, onde foi feito um pequeno jogo de animação.

O entusiamo só aumentou quando, aos gritos, crianças acompanhadas dos seus pais e jovens começaram a fazer a contagem decrescente: "8, 7, 6....3, 2, 1...". À meia-noite em ponto, as pilhas de livros escondidas num caixote grande preto ficaram a descoberto. Sem grande alarido, os volumes foram sendo retirados mas não esgotaram - a FNAC prevê vender mais de 30 mil exemplares.

Ao fim de poucos minutos, o entusiasmo refreou e os fãs foram abandonando a loja, sem sequer lerem as primeiras linhas do livro, que tem 608 páginas e custa 22 euros.

"Em casa vou espreitar um bocadinho, tenho o fim-de-semana para o ler, até domingo vai estar todo lido", adianta Vanessa Domingues, confessando-se "triste" por as aventuras de Harry Potter não continuarem.

Jorge Mesquita, 21 anos, ainda folheou as páginas iniciais do volume mas, de imediato, fechou-o, apressando o passo em direcção à saída da loja.

"Vou lê-lo em casa", afirmou, sem saber se iria começar a fazê-lo ainda durante a madrugada.

O que o agarra nas histórias do Harry Potter? "A aventura", responde.

Já para Isabel Valente, 15 anos, o que mais a anima nas obras de J.K Rowling é a "magia, o 'suspense'", que faltou na FNAC.

"Estava pouca gente, o ambiente não correspondeu muito...", revelou, lembrando que no lançamento, em Julho, da versão inglesa, que já leu "quatro vezes", havia "filas" e "pessoas com chapéus..." à bruxa.

Na Estufa Fria, local escolhido pela editora Presença para o lançamento oficial de "Harry Potter e os Talismãs da Morte", faltaram igualmente os chapéus e outros adornos.

A organização do evento propunha-se recriar o ambiente da escola de magia Hogwarts, onde se passam grande parte das aventuras do jovem feiticeiro. Mas, no meio da escuridão, apenas se destacava uma mesa de "poções mágicas", onde as crianças, esquecendo o sono e as aulas na escola na manhã seguinte, se entretinham duas horas antes da meia-noite, hora do lançamento do livro, a tocar em bolas de vidro e a observar pipetas coloridas.

Em fundo, os ruídos fingidos de madeira velha a ranger no jardim, pouco assustadores, confundiam-se com a música electrónica de um amplo recinto com "comes e bebes", onde os mais novos tiravam fotografias frente a meros painéis que reproduziam as capas dos livros de Harry Potter.

No cenário, somente os figurantes se evidenciavam pelas suas capas pretas com capuz, já que as dezenas de fãs mais pequenos que esperavam comprar o livro trajavam as roupas do dia-a-dia.»

 

Fonte: Agência Lusa

Publicado por Cornelius Fudge às 13:02

link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De kil a 2 de Dezembro de 2007 às 12:08
Com o lançamento durante a semana, com as pessoas a terem que se levantar cedo no dia seguinte, já se esperava que este ano fosse mais morno...
De Drih a 16 de Março de 2009 às 00:50
Que azar!!! Na cidade onde eu - infelizmente - moro, não tem livraria nenhuma!!! Eu adoraria ficar até meis-noite vestida de bruxa, olhando o relógio, com outras pessoas como eu, vestidas á caráter, também esperando a meia-noite, debaixo da luz da lua...
Coisa triste morar no interior do Maranhão, viu? Aqui não tem teatro, não tem cinema, não tem nada, necas, nothing, coisa nenhuma!!!
Quando lança um filme bom no cinema, eu tenho que esperar esse filme ser exibido na televisão porque aqui não tem cinema, e a única peça de teatro que tem aqui é a "Paixão de Cristo", que todo ano é exibida na praça da cidade, e o "ator principal" é o locutor de uma rádio local.
Eu juro que eu saio daqui e vou finalmente viver, porque eu não vivo aqui, eu simplesmente existo.

Comentar post

Sondagem

Qual deve ficar a situação do blog HPNews?
Continuar aberto
Definitivamente encerrado
Votar
resultado parcial...

Medalhas

Medalha de Ouro
Medalha de Ouro

Talismãs da Morte

O sétimo filme da série, Harry Potter e os Talismãs da Morte vai ser dividido em duas partes, para fazer jus à história final criada por J.K. Rowling. O filme estreará nos cinemas em Novembro de 2010 (Parte I) e em Julho de 2011 (Parte II).

Medalha de Prata
Medalha de Prata

David Yates

David Yates, ganhou o prémio de "Melhor Realizador" no Empire Awards 2008 por ter realizado Harry Potter e a Ordem da Fénix. Neste momento, encontra-se a realizar o sétimo filme, "Harry Potter e os Talismãs da Morte" que será dividido em dois filmes. David Yates é, assim, o realizador da série Harry Potter por ter dirigido mais de dois filmes da franquia.

Medalha de Bronze
Harry Potter

Medalha de Bronze

Um estudo feito pelo médico Jeffrey Rudski, afirma que a saga Harry Potter é tão viciante como uma droga. Além disso, alguns dos fãs que participaram na pesquisa passam mais de quatro horas diárias em actividades ligadas a Harry Potter, onde alguns dizem que sentem que uma parte deles morreu!

Créditos

O HPNews detém de todo o domínio do design e respectivos conteúdos aqui presentes.
© Todos os direitos reservados | A marca Harry Potter é da exclusividade da Warner Bros., J. K. Rowling e respectivas editoras.
Qualquer conteúdo aqui presente que seja copiado sem a devida autorização do Webmaster será imediatamente comunicado às autoridades competentes.

Harry Potter News | 2005-2007

Creative Commons License
Harry Potter News is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial 2.5 Portugal License.